Investigador (posição nacional)

Location: Bissau, Guiné-Bissau (com possíveis viagens de terreno)

Application closing: 21 de junho, 2019

Job start date: ASAP

 

This is not an Interpeace vacancy  / Esta não é uma vaga do Interpeace

 

A Voz di Paz (parceiro local da Interpeace) comunica a existência de Vaga para:

Posto:                                    Investigador (posição nacional)

Lugar:                                    Bissau, Guiné-Bissau (com possíveis viagens de terreno)

Superior hierárquico:        Diretor

Data de início:                     1 de Julho de 2019

Duração:                               1 ano renovável com 3 meses de experiência

Descrição das tarefas

Sob a supervisão direta do Diretor, o Investigador cumprirá as tarefas indicadas abaixo.

Diálogo, pesquisa participativa e planificação operacional

  • Coordenar as atividades de pesquisa da Voz di Paz, nomeadamente a elaboração, planificação e conduta das atividades de diálogo, em Bissau e nas regiões;
  • Facilitar os grupos de discussão segundo as práticas da Voz di Paz e técnicas de facilitação da Pesquisa Ação Participativa (PAP);
  • Coordenar, com a equipa audiovisual, os aspetos da pesquisa relativos à produção e à montagem dos materiais audiovisuais;
  • Contribuir na verificação da pertinência dos matérias audiovisuais produzidos pela unidade audiovisual;
  • Coordenar e contribuir na análise dos dados recolhidos nas atividades de pesquisa;
  • Coordenar e participar na elaboração, nos comentários e na troca de ideias para produção de diferentes documentos de projeto (elaboração de projectos, relatórios de pesquisa, cronogramas de atividades, planos de ação, estratégias, relatórios de missões; relatórios narrativos para os doadores), em colaboração com a unidade de pesquisa e os parceiros da Voz di Paz.

Planificação estratégica e desenvolvimento institucional

  • Assistir o Diretor executivo na elaboração e implementação da visão estratégica e as políticas globais, assim como as perspetivas programáticas e financeiras de médio e longo prazo da Voz di Paz;
  • Identificar e comentar propostas para novos programas e projetos da Voz di Paz;
  • Identificar sinergias com outras organizações e instituições no terreno e em Bissau;
  • Participar na conceção e implementação das atividades de divulgação da Voz di Paz, nomeadamente, emissões e spots radiofónicos, entrevistas e debates televisivos;
  • Representar a Voz di Paz nas reuniões e ateliers organizados por organizações externas;
  • Participar e dar formações internas, tanto ao nível interno como externo da Voz di Paz;
  • Executar qualquer outra atividade ou tarefa que possa concorrer para melhor funcionamento da Voz di Paz.

Qualificações requeridas

  • Formação universitária em sociologia, ciências políticas ou sociais, direito, jornalismo ou outra disciplina julgada equivalente;
  • Experiência profissional confirmada de pelo menos 5 anos no domínio da pesquisa e numa ONG;
  • Excelentes conhecimentos da atualidade sociopolítica, do contexto Bissau-guineense e dos processos de consolidação da paz na Guiné-Bissau;
  • Domínio do Microsoft Word, Excel e Internet;
  • Boas competências e aptitudes nas técnicas de facilitação e diálogo de grupos;
  • Excelente capacidade de escuta de, análise qualitativa, síntese, redação e produção de relatórios;
  • Grande autonomia e proatividade;
  • Boa capacidade de análise, crítica e iniciativas;
  • Mestria da língua crioula e portuguesa (escrito e oral), bom conhecimento da língua francesa. O inglês representa uma mais-valia;
  • Flexibilidade e disponibilidade para deslocação no terreno de maneira pontual;
  • Fazer prova de integridade e duma forte sensibilidade às diferenças de cultura, de género, de religião, de raça, de nacionalidade e de idade.

Para candidatar, enviar o CV e carta de motivação por email à vozdipazgb@gmail.com e mbfuny@gmail.com o mais tardar até o dia 21 de Junho de 2019 ao meio dia (12h00). Por favor indique “Investigador” na linha de assunto do seu email.

A Voz di Paz é uma organização inclusiva, e encoraja as candidaturas femininas.